Japonês sem estudo e que trabalhava na fábrica conta como adquiriu fortuna de ¥80 milhões

Miwa teve sucesso ao investir em casas velhas para reformar. Foto: Nikkan SPA!

A vida pode ser muito sofrida para quem nasce em um ambiente financeiramente desfavorável, não consegue concluir os estudos e acaba a mercê de trabalhos exaustivos e com baixa remuneração. O japonês Miwa*, natural de Fukuoka, foi criado em uma família de baixa renda e largou os estudos quando concluiu o ensino ginasial para trabalhar.

Em uma reportagem do portal Nikkan SPA!, Miwa, que tem 37 anos, contou como conseguiu sair de um estado de dificuldade financeira, com um salário de ¥170 mil em uma fábrica na cidade de Kita-kyushu (Fukuoka), para a riqueza com o investimento bem-sucedido em imóveis.

No início da vida adulta, Miwa se viu em uma situação que parecia não ter perspectiva de melhorar no futuro. Aos 26 anos, ganhava o salário baixo na fábrica e não tinha nem ¥500 mil guardados na conta bancária.

“Até me casar com a namorada que eu tinha na época parecia um sonho distante. Eu achei que não podia seguir assim, mas trabalhava na linha de produção e por mais que fosse promovido, meu salário não ia passar de ¥200 mil por mês onde eu estava. E com pouco estudo, eu tinha poucas chances de ganhar mais em qualquer outro serviço”, relembrou.

Miwa foi persistente na ideia de procurar uma outra forma de ganhar dinheiro enquanto mantinha a rotina desgastante na fábrica. Com esta ideia firme na cabeça, ele acabou se deparando com uma oportunidade que encontrou ao ler uma revista.

“A matéria falava sobre o investimento em casas velhas. Eu achei que aquilo era uma boa ideia, mas hesitei nos primeiros dois anos e não consegui comprar nada. Era um universo desconhecido e eu não queria fracassar. Eu me esforcei para juntar dinheiro neste período e comecei a estudar mais”, explicou.

Reforma de casas velhas

Foto: Marisa Buhr Mizunaka – Unsplash (imagem ilustrativa)

O tempo juntando dinheiro e coletando informações ajudou Miwa a ganhar mais confiança. Ele participou de um seminário de jovens investidores em imóveis e ouviu histórias de sucesso. “Eu percebi que tinha gente realmente se dando bem com isso e tomei coragem. Na mesma época um parente meu tentava se livrar de uma casa velha e eu decidi comprar o imóvel e tentar reformar”, contou.

A primeira casa velha adquirida pelo japonês saiu por ¥1 milhão e mesmo decidido, não foi fácil dar o próximo passo, mas Miwa sabia que precisava seguir em frente ou não atingiria seus objetivos.

“Eu levei dois meses até comprar a casa de verdade! (risos). Depois, fiz a reforma por conta e o primeiro morador apareceu 9 meses depois. No fim das contas, se tornou um investimento lucrativo. Eu passei a procurar casas velhas que tivessem potencial de gerar um bom lucro”, disse.

Miwa foi aumentando suas propriedades, adqurindo casas e apartamentos ano a ano. Em 2019, finalmente saiu da fábrica. Atualmente, é dono de 10 imóveis e tem ¥80 milhões em bens.

“Meu próximo investimento será um imóvel de ¥120 milhões e não estou surpreso. Parece mentira agora que eu senti medo quando fiz o primeiro investimento de ¥1 milhão”, disse, rindo.

Para quem quer tentar algo mais lucrativo na vida, Miwa tem uma dica na ponta da língua:

“O que é realmente necessário para mudar de vida é tomar coragem para dar o primeiro passo”, garante.

Autor: Ana Paula Ramos

Jornalista e escritora, Ana tem sete anos de experiência no Japão, atuando como repórter na comunidade brasileira e como freelancer. Ela é a fundadora do Japão sem Tarjas e criadora do grupo ambiental "Por que você também não faz?". Em outubro de 2020, publicou o primeiro livro, "O Oitavo Andar", um suspense que se passa na cidade de Gramado. Em 2022 publicou o segundo livro, "O Diário da Minha Vida Ingrata", uma fantasia criada a partir de uma história real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s