Família de estrangeira que morreu em Centro de Imigração está no Japão e busca respostas

A cingalesa Wishma Sandamali morreu aos 33 anos, durante a detenção no Centro de Imigração de Nagoya. As autoridades ignoraram laudo médico que recomendava medicação ou terapia intravenosa no hospital.